sábado, 29 de outubro de 2011

Oportunidades Desprezadas

Era a semana da Páscoa. Nunca mais haveria dias de tal significado.
O Pastor estava entre os homens e os homens não O identificaram.
Naquele primeiro dia dos quatro últimos de Sua jornada na Terra, Jesus estava no Templo de Jerusalém. Como muitas vezes anteriores, passara o dia a ensinar às gentes que O desejassem ouvir.
E como das vezes anteriores, sofreu os ataques dos sacerdotes, daqueles mesmos que eram os líderes religiosos de um povo ávido de justiça e consolo.
Então, no entardecer, quando o dia começava a morrer, deixando-se abraçar lentamente pela noite, o Mestre demonstrou Seu cansaço.
Não era o cansaço do povo, das gentes sofridas, das dores multiplicadas que Lhe chegavam, em ondas constantes.
Era o cansaço por verificar o desprezo à religiosidade justamente dos que deveriam ser os mais interessados na preservação do patrimônio religioso.
E eles desprezavam a mensagem de que era portador o Messias.
Num lamento, falou Jesus e o Evangelista Mateus anotou:
Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas aqueles que são enviados a ti.
Quantas vezes eu quis reunir os teus filhos do mesmo modo que a galinha recolhe debaixo das asas os seus pintinhos!
E tu não o quiseste. Eis que a tua casa ficará deserta.
Jesus se encontrava na capital religiosa do mundo de então, em plena semana da festa religiosa mais importante do ano.
Ele era o Rei, o Enviado, o Pastor das almas e eles não se davam conta disso.
Todos se preparavam para a comemoração da Páscoa e não aproveitavam a presença celeste entre eles, o Mensageiro mais excelso que a Terra conheceu.
Era um momento especial e os homens o deixaram escorrer por entre os dedos.
* * *
Hoje, ainda, existem oportunidades desprezadas por muitas criaturas.
Deixamos de atender o convite do Pastor para correr em busca de valores efêmeros. Coisas que hoje são valorizadas e amanhã não mais farão parte do rol de itens importantes.
Somente os valores reais são imperecíveis, inalteráveis no tempo.
A serenidade com que Sócrates recebeu a pena de morte que lhe foi imposta é a mesma serenidade que desfrutam todos os que compreendem que a vida é uma passagem rápida por um mundo de formas e inconsistências.
A paz de espírito que movia Gandhi é a mesma hoje, para todos os que abraçam a proposta da não-violência.
O amor ao próximo que motivou Albert Schweitzer a se embrenhar na África Equatorial Francesa para atender aos seus irmãos é o mesmo que moveu Madre Teresa de Calcutá, nas estradas da Índia e nas ruelas do mundo.
É tempo de pensar!
É tempo de reformular ações.
Tudo para que não venhamos a nos transformar em uma casa vazia, um lugar deserto.
Tudo para que nos voltemos para as coisas do Espírito, atemporais, imperecíveis.
O que equivale a dizer: sem apegos materiais. Conscientes de que os bens da Terra são para serem usados, para nos servirem, não para nos dominarem.
Conscientes de que as chances de crescimento devem ser aproveitadas, porque nunca se reprisarão da mesma forma, na mesma intensidade...
Pensemos nisso!

sábado, 24 de setembro de 2011

Quer um conselho??

Viva intensamente o que há para viver...O mundo não vai parar pelo simples fato de você ter errado, chore e recupere o tempo perdido, faça amigos, viva paixões, ou até mesmo pesadelos, a vida pode até ser uma caixinha de surpresas, mas ninguém sabe quando virão as surpresas boas ou ruins. Fazemos parte de um mundo muito pobre, onde existe o mandante e o mandado. Não fique aí parado como se não estivesse assistindo o mundo ao seu redor. Viva, mas viva de coração, porque o tempo é curto, e você é um mero mortal, que nascerá novamente e continuará a sonhar...

A Educação e a Música

A música faz parte da História da Humanidade desde os mais remotos tempos.
As pinturas rupestres, achadas em sítios arqueológicos, e que descrevem a rotina de grupamentos humanos primitivos sugerem danças e uso de instrumentos musicais.
A História das civilizações antigas é repleta de manifestações musicais, algumas delas ligadas a rituais religiosos ou a festas tradicionais de cada povo.
Desde a vida intrauterina a música parece influir no bebê. Mulheres grávidas relatam menor agitação da criança quando escutam música suave.
Durante os primeiros meses de vida a criança já mostra percepção musical. Estudos demonstram que os recém-natos parecem se acalmar ao ouvir uma melodia suave.
As crianças comumente se alegram quando ouvem música e, nessa fase da vida, podemos influenciar seu gosto musical através do hábito.
Entre os séculos XIII e XIX a Humanidade foi presenteada com compositores que criaram um estilo de música elevado, conhecido hoje como música clássica e erudita, que significa música de qualidade.
Entre os compositores desse período estão Johann Sebastian Bach, Ludwig van Beethoven, Wolfgang Amadeus Mozart, Frederic Chopin.
Esse tipo de música, originalmente composta na Europa, ganhou adeptos no mundo todo. Hoje, grandes orquestras em todos os países se dedicam a apresentar obras desses gênios da Humanidade.
Beethoven costumava dizer que Deus se comunicava com ele através da música. Mozart dizia que a música não era sua, mas sim fruto de uma inspiração superior.
Muitas composições de Bach foram influenciadas por sua religiosidade e até hoje emocionam o mundo, como o famoso Oratório de Natal.
Os espectadores de um concerto de música clássica sentem-se comumente enlevados, desfrutando de uma emoção muitas vezes indescritível.
Comumente tal gosto musical se associa a outros hábitos culturais. Por este motivo esse estilo musical é também chamado erudito, palavra que significa vasta cultura.
A platéia dos concertos clássicos costuma manter-se em silêncio, comportamento bastante diverso das apresentações de estilos musicais populares que convidam à agitação.
No entanto, ainda hoje, em muitas sociedades, o gosto pela música clássica não é o que predomina, talvez porque tal estilo não seja apresentado às crianças.
Assim como a educação formal é necessária para que a criança aprenda a ler e a escrever, e desenvolva um conhecimento básico que a habilite para sua vida, a educação musical pode formar o hábito do indivíduo.
Ao ouvir música de elevada qualidade desde a infância, o indivíduo poderá incorporá-la a seus hábitos com maior facilidade.
Educar é desenvolver a capacidade física, intelectual, moral e afetiva de um indivíduo. Educar uma criança é uma tarefa da mais alta responsabilidade.
É dever de quem educa mostrar caminhos de qualidade a uma criança e dar a ela bases morais para escolher o caminho que, mais tarde, usando seu livre-arbítrio, ela escolherá.

sábado, 17 de setembro de 2011

Voz e o Silêncio

Aumenta volumosamente a balbúrdia no mundo.
Não há respeito pelo silêncio.
As pessoas perderam o tom de equilíbrio nas conversações, nos momentos de júbilo, nas comunicações fraternais.
Grita-se, quando se deveria falar, produzindo uma competição de ruídos e de vozes que perturbam o discernimento e retiram a harmonia interior.
As músicas deixam, a pouco e pouco, de ser harmônicas para se apresentarem ruidosas, sem nenhum sentido estético, expressando os conflitos e as desordens emocionais dos seus autores.
Cada qual, por isso mesmo, impõe o volume da sua voz, dos ruídos do lar, das comunicações e divertimentos através dos rádios e das televisões.
Há um predomínio da violência em tudo, nos sentimentos, nas conversações, nas atividades do dia a dia.
Há demasiado ruído no mundo, atormentando as criaturas.
* * *
A voz é instrumento delicado e de alta importância na existência humana.
Sendo o único animal que consegue articular palavras, o ser humano deve utilizar-se do aparelho fônico na condição de instrumento precioso, e de cujo uso dará contas à Consciência Cósmica que lhe concedeu admirável tesouro.
Jesus, o Sublime Comunicador, cuja dúlcida voz inebriava de harmonia as multidões, viveu cercado sempre pelas massas.
Sofreu-as, compadeceu-Se delas, mas não Se deixou aturdir pela sua insânia e necessidade.
Logo depois de as atender, recolhia-Se ao silêncio, fugindo do bulício, a fim de penetrar-Se mais pelo amor do Pai, renovando os sentimentos de misericórdia e de compreensão.
Procedia dessa forma, a fim de que o cansaço, que surge na balbúrdia, não lhe retirasse a ternura das palavras e das ações.
* * *
Necessitas, sim, de silêncio interior, para melhores reflexões e programações dignificantes em qualquer área do comportamento em que te encontres.
Aprende a calar e a meditar, a harmonizar-te e a não perder a seriedade na multidão desarvorada e falante.
Os grandes sábios do Cosmos sempre souberam silenciar.
Silenciar em oração perante as necessidades do outro. Silenciar em respeito ao sofrimento alheio.
Silenciar em consideração às idéias divergentes. Silenciar a vingança diante dos males recebidos.
É no mundo do silêncio que construímos as palavras edificantes que sairão de nossa boca.
É no mundo sem voz que elaboramos o canto que logo mais irá encantar ouvintes numa sala de concertos.
É no mundo do silêncio que embalamos nossos amores, que pensamos em melhorar, reformar e transformar.
Assim, saibamos dosar o silêncio em nossas vidas, evitando que a balbúrdia e a loucura se instalem.
Saibamos usar a voz com cuidado, a cada pronunciar de palavra, assim como o concertista o faz na interpretação de uma ópera.A música elevada, assim como a vida, é feita de som, mas também de silêncio.

domingo, 11 de setembro de 2011

Significado da Vida

Você já se perguntou qual o significado da sua vida? Para que você vive, trabalha, corre tanto, educa filhos, estuda, e tantas outras coisas?
Muitos de nós pouco paramos para pensar nessas coisas. Ou por falta de hábito ou por imaginar que não vale a pena parar para pensar nessas questões, e apenas vamos seguindo.
Seguimos buscando saciar necessidades básicas, preocupados com o comer, o dormir, o sustento próprio e o sustento dos seus, como se cada vida tivesse apenas um significado fisiológico e nada mais.
Vivendo assim, qual a diferença que haverá entre nossa vida e a vida dos irracionais?
Eles também se preocupam com essas questões.
A vida é valiosa demais para se restringir somente ao que diz respeito ao corpo, às necessidades do corpo ou aos prazeres a ele vinculado.
Como temos uma natureza espiritual, há a necessidade de se buscar um significado para a vida, que diga respeito também às questões da alma.
Não somos feitos somente de um corpo físico. Habitamos um corpo físico a fim de levar a cabo nossa experiência terrena.
Nossa alma preexistia antes do nosso corpo ser formado no ventre materno, assim como continuará a existir após o processo da morte desse corpo.
Assim, durante esse período em que estamos aqui em nosso planeta, vivenciando mais uma vez a experiência de estarmos reencarnados, não podemos esquecer nossa essência, sob pena de imputarmos, a nós mesmos, dificuldades maiores.
Quando os momentos de decisões graves na vida se fizerem, quando os dias de desafios chegarem, antes de optar por algum caminho, antes de definir ações, levemos em consideração as coisas da alma.
Jamais pautemos nossa vida somente pelas coisas que brilham aos olhos, esquecendo das que falam à alma.
Em um mundo onde as preocupações do ter muitas vezes são maiores do que as do ser, é necessário refletir qual efetivamente é o significado de estar vivendo, de estar reencarnado.
Jesus nos alerta a respeito, recomendando não nos preocuparmos com juntar tesouros que a ferrugem corrói, ladrões levam ou traças comem mas, sim, buscar tesouros que possamos guardar na intimidade do coração.
* * *
Quais os valores que elegemos para nossa vida?
A resposta a essa pergunta dirá qual o significado que damos a ela.
É sabedoria pautar a vida com a ponderação de quem sabe que está no mundo, porém a ele não pertence, posto que a morte nos levará de retorno à verdadeira pátria, o mundo espiritual.
Desta forma, vigiemos as fontes do nosso coração, para que lá possamos encontrar valores e estruturas para alimentar e cuidar não somente do corpo físico, mas sobretudo da alma, fonte verdadeira da vida.

Experiência!? Será que você tem?

me queimei brincando com vela. Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o rosto. Já conversei com o espelho, e até já brinquei de ser bruxo. Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista. Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés pra fora. Já passei trote por telefone. Já tomei banho de chuva e acabei me viciando. Já roubei beijo. Já confundi sentimentos. Peguei atalho errado e continuo andando pelo desconhecido. Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro. Já chorei ouvindo música no ônibus. Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que eram as mais difíceis de esquecer. Já subi escondido no telhado pra tentar pegar estrelas. Já subi em árvore pra roubar fruta. Já caí da escada de bunda. Já fiz juras eternas. Já escrevi no muro da escola. Já chorei sentado no chão do banheiro. Já fugi de casa pra sempre, e voltei no outro instante. Já corri pra não deixar alguém chorando. Já fiquei sozinho no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só.. Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado. Já me joguei na piscina sem vontade de voltar. Já bebi uísque até sentir dormente os meus lábios.. Já olhei a cidade de cima e mesmo assim não encontrei meu lugar. Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso. Já quase morri de amor, mas renasci novamente pra ver o sorriso de alguém especial. Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar. Já apostei em correr descalço na rua, Já gritei de felicidade, Já roubei rosas num enorme jardim. Já me apaixonei e achei que era para sempre, mas sempre era um 'para sempre' pela metade. Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol. Já chorei por ver amigos partindo, mas descobri que logo chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem razão. Foram tantas coisas feitas. Tantos momentos fotografados pelas lentes da emoção e guardados num baú, chamado coração. E agora um formulário me interroga, me encosta na parede e grita: 'Qual sua experiência?’. Essa pergunta ecoa no meu cérebro: experiência...experiência... Será que ser 'plantador de sorrisos' é uma boa experiência? Sonhos!!! Talvez eles não saibam ainda colher sonhos! Agora gostaria de indagar uma pequena coisa para quem formulou esta pergunta: Experiência? "Quem a tem, se a todo o momento tudo se renova?"

Obs: A baixo... 3 gerações...


Lembrando a data: Hoje dia 11 de setembro de 2011, completam 10 anos do ataque as tores gemeas nos Estados Unidos da América...Quanta gente com força de vontade, gara, amor e principalmente esse tipo de experiencia que eu citei a cima, tiveram suas vidas levadas como o vento leva uma folha seca...Ah todas essas pessoas inocentes, vítimas deste trágico ataque e familiares, deixo neste momento o meu profundo afeto a certeza que onde eles estiverem, estarão certamente melhores que nós. Fiquem em paz! *(...a uma amiga...)

sábado, 14 de maio de 2011

O que dizer sobre a amizade??

Vez que outra, é bom nos determos, por alguns minutos, para refletir um pouco sobre a ação da amizade em nossas vidas. A amizade é o sentimento que une as almas umas às outras, gerando alegria e bem-estar. A amizade é suave expressão do ser humano que necessita intercambiar as forças da emoção sob os estímulos do entendimento fraternal. Inspiradora de coragem e de abnegação, a amizade enfloresce as almas, abençoando-as com resistências para as lutas. Há, no mundo moderno, muita falta de amizade! O egoísmo afasta as pessoas e as isola. A amizade as aproxima e irmana. O medo agride as almas e as infelicita. A amizade apazigua e alegra os indivíduos. A desconfiança desarmoniza as vidas e a amizade equilibra as mentes, dulcificando os corações. Na área dos amores de profundidade a presença da amizade é fundamental. Ela nasce de uma expressão de simpatia e firma-se com as raízes do afeto seguro, fincadas nas terras da alma. Quando outras emoções se enfraquecem no vaivém dos choques, a amizade perdura, companheira devotada das pessoas que se estimam. Se a amizade fugisse da Terra, a vida espiritual dos seres se esfacelaria. Ela é meiga e paciente, vigilante e ativa. Discreta, se apaga, para que brilhe aquele a quem se afeiçoa. Sustenta na fraqueza e liberta nos momentos de dor. A amizade é fácil de ser vitalizada.Cultivá-la, constitui dever de todo aquele que pensa e aspira, porquanto, ninguém logra o êxito, se avança com aridez na alma ou indiferente ao enlevo da sua fluidez. Quando passam os impulsos sexuais do amor nos cônjuges, a amizade fica. Quando a desilusão apaga o fogo dos desejos nos grandes romances, se existe amizade, não se rompem os liames da união. A amizade de Jesus pelos discípulos e pelas multidões, dá-nos até hoje, a dimensão do que é o amor na sua essência mais pura, demonstrando que ela é o passo inicial para essa conquista superior que é a meta de todas as vidas e mandamento maior da Lei Divina. Existe uma ciência de cultivar a amizade e construir o entendimento. Como acontece ao trigo, no campo espiritual do amor, não será possível colher sem semear. Examine, pois, diariamente, a sua lavoura afetiva.Irrigue-a com a água pura da sinceridade, do perdão, da atenção.Sem esquecer jamais do adubo do amor, do carinho e do afeto. Imite o lavrador prudente e devotado, e colherá grandes e precisos resultados.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Se é que tem que ser assim...

Que Deus não permita que eu perca o romantismo, mesmo eu sabendo que as rosas não falam.
Que eu não perca o otimismo, mesmo sabendo que o futuro que nos espera não é assim tão alegre.
Que eu não perca a vontade de viver, mesmo sabendo que a vida é, em muitos momentos, dolorosa...
Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo. eles acabam indo embora de nossas vidas...
Que eu não perca a vontade de ajudar as pessoas, mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver, reconhecer e retribuir esta ajuda.
Que eu não perca o equilíbrio, mesmo sabendo que numeras forças querem que eu caia.
Que eu não perca a vontade de amar, mesmo sabendo que a pessoa que mais amo, pode não sentir o mesmo sentimento por mim.
Que eu não perca a luz e o brilho no olhar, mesmo sabendo que muitas coisas que verei no mundo, escurecerão meus olhos...
Que eu não perca a garra, mesmo sabendo que a derrota e a perda são dois adversários extremamente perigosos.
Que eu não perca a razão, mesmo sabendo que as tentações da vida são inúmeras e deliciosas.
Que eu não perca o sentimento de justiça, mesmo sabendo que um dia meus braços estarão fracos...
Que eu não perca a beleza e a alegria de viver, mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão de meus olhos e escorrerão por minha alma...
Que eu não perca o amor por minha família, mesmo sabendo que ela muitas vezes me exigiria esforços incríveis para manter a sua harmonia.
Que eu não perca a vontade de doar este enorme amor que existe em meu coração, mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado.
Que eu não perca a vontade de ser grande, mesmo sabendo que o mundo é pequeno.
E acima de tudo, que eu jamais me esqueça que Deus me ama infinitamente, que um pequeno grão de alegria e de esperança dentro de cada um de nós é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois a vida é construída nos sonhos e concretizada no amor!

domingo, 27 de março de 2011

SER ACADÊMICA...

...De repente saímos de um mundo de onde estávamos acostumados, para entrarmos em um mundo onde nada sabemos e nada conhecemos. Tudo tão estranho, tudo tão diferente de onde saímos... Pessoas desconhecidas para você, e que você terá que conviver com elas se quiser fazer parte deste mundo, a Faculdade. Primeiramente, o " Buzão ", ah nosso buzão. Lá encontramos tantas pessoas incríveis, amáveis e até nossos amigos de verdade, que iremos fazer ao longo deste trajeto. Partilhamos sonhos, risos, abraços, histórias, sentimento, lágrimas, lembranças...É lá que resolvemos, decidimos e fazemos as ditas "vaquinhas" para comprarmos coca - cola na sexta feira, salgadinho e que nos divertiamos com nossos colegas, era onde recuperávamos nossa auto - estima e deixavamos nosso cansaço de um longo dia de trabalho para trás, para podermos enfrentar mais um dia, ou seja, mais uma noite na faculdade. Ah... a faculdade! Na chegada dá "aquele" frio na barriga e nos vem uma única certeza: - Vai dar tudo certo! Ambiente diferente, pessoas tão queridas e prontas para nos receber com todo carinho e entusiasmo... Professores que serão nossos mestres por um longo período...Direção que nos apoiará e participará dessa conquista...Coordenação que vem até nós nos dar as boas vindas, enfim, uma imensidão de pessoas de braços abertos para nos acolher em um ambiente que começa a se tornar a nossa " segunda casa ". Dizia um amigo meu: - Quando a gente vem pra cá, a gente ri com os amigos, conversa, joga truco...enfim, esquecemos que tivemos um dia de trabalho cansativo, esquecemos de nossos problemas, e começamos a curtir a faculdade, o momento, pelo simples fato de estarmos aqui entre amigos." É, foi aplaudido com todo merecimento. Nossa sala de aula, cheia de gente nos olhando, todas aquelas pessoas com a mesma expectativa que você e, com um único objetivo: "Aprender". Com a convivência fizemos de colegas nossos grandes amigos, e claro, ah colegas que simplesmente serão apenas colegas no tempo em que passaremos juntos, e nada mais. Conflitos de ideias vem, opiniões que no fim se encaixam e formam de uma gostosa discutição um grande projeto, que muitas vezes, se tornou algo tão estimado, que ate prêmios foram dados aos merecedores. Sempre com o objetivo de formar pessoas pensantes. Ah, nossas festas, como poderia esquecer disso!? E com isso vem os professores. Há alguns professores que são os parceiros, amigos e até companheiros, que eram capazes de dar um simples trabalho ( e até provas ;), para fazermos em casa, para poder sair em um dia de aula, fazer festa com os alunos, cantar, dançar, beber...e até fortalecer a confiança entre colegas X professores, e colegas X colegas. São nessas festas que acabamos conhecendo o talento de nossos colegas/amigos. Alguns se revelam cantores...Nossa, as vezes temos que cantar juntos para não ficar só aquela voz não tão bonita (: ... Outros se revelam dançarinos...chegavam dançar em cima de mesas e também na "boca da garrafa" hehe...Também tem os músicos... a nossa salvação. Esses pelo menos, tinham que tocar bem, senão estávamos perdidos! E lá alguns revelavam seus lindos talentos que estavam ocultos para nós, seria de tocar pandeiro, violão e até guitarra, que era quando mais nos surpreendíamos... Adorávamos isso. Tinha também, nossos colegas tímidos...claro até não conhecermos bem e ganharmos sua confiança. Depois se tornavam nossos grandes parceiros de dança e até arriscavam cantar, hehe. Não posso deixar de citar novamente nossos professores. Ah nossos deuses da educação, que largavam trabalho, família, amigos, compromissos, só para estar lá na sala de aula para tirar nossas dúvidas, nos ensinar coisas novas, nos desafiar, e até nos fazer enxergar a realidade do mundo lá fora. Nossa... Alguns além de serem nossos professores na sala de aula, ainda nos davam toda atenção quando mais precisávamos...até no msn tiravam um tempinho para tirar nossas dúvidas, auxiliar em trabalhos, e ainda nos davam mais uma aula. Isso tudo, sem se quer reclamar um instante por estarmos invadindo a sua privacidade, e acima de tudo sempre terminavam a explicação dizendo: " Qualquer dúvida é só me chamar". Eram nossos verdadeiros anjos, sempre preocupado com nossa educação, viviam perguntando se estavam atingindo as nossas expectativas e sempre querendo sugestões de novas formas de eles poderem nos dar uma aula mais criativa, animada, onde seria passada a ideia do ensinamento proposto com a mesma intensidade. Só temos a agradecer! Para conquistarmos alguma coisa, as vezes temos que sofrer um pouco. Passar frio no inverno, enfrentar chuvas inesperadas, quase perder o ônibus para poder conseguir entregar a prova terminada, enfim, tudo isso acaba dando um "gostinho" de conquista, onde nos torna satisfeitos, felizes e com cada termino de aula, gratos por estarmos lá, quando poderíamos estar em qualquer outro lugar, sem estar passando por essas e demais dificuldades. ...É a faculdade é assim. Quando vemos, chegamos à tão esperada formatura...O lugar onde muitos sonham chegar, muitos tentam chegar e poucos chegam. É o momento onde qualquer diferença se torna oculta...onde todos se abraçam desejando sucesso um ao outro, onde todos choram sorrindo, sorriam chorando, gritam em lágrimas ao mesmo tempo: " Eu consegui"! Momento que nos sentimos realizados, com sensação de Missão Cumprida! ...Sonho realizado, e em nossas mãos o tão sonhado... DIPLOMA!
video

QUANTAS VEZES...

Quantas vezes nós pensamos em desistir, deixar de lado, o ideal e os sonhos. Quantas vezes batemos em retirada, com o coração amargurado pela injustiça. Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade, sem ter com quem dividir. Quantas vezes sentimos solidão, mesmo cercados de pessoas. Quantas vezes falamos, sem sermos notados. Quantas vezes lutamos por uma causa perdida. Quantas vezes voltamos para casa, Justamente na hora em que precisamos parecer fortes. Quantas vezes pedimos a Deus um pouco de força, Um pouco de luz... E a resposta vem, seja la com for, um sorriso um olhar cúmplice Um cartãozinho, um bilhete, um gesto de amor. E a gente insiste. Insiste em prosseguir, em acreditar. Em transformar, em dividir. Em estar, em ser. E Deus insiste em nos abençoar. Em nos mostrar o caminho... Aquele mais difícil, mais complicado, mais bonito. E a gente insiste em seguir. Por que temos uma missão: SER FELIZ!

terça-feira, 22 de março de 2011

...ESTAR DE ANIVERSÁRIO!

...É querer apenas um abraço de quem mais amamos como prova que esse alguem também ama você com a mesma intensidade.


...Sonhar um mês antes, com muitos acontecimentos para o tão esperado dia realiar-se.


...Querer receber ligações de todos seus amigos e amigas nem que seja pra pedir festa.


...Acreditar em que apartir dai tudo melhorará e você se tornará mais feliz.


...Receber muitos presentes, mesmo que para você o melhor presente é o carinho de quem você ama.


... É amar cada momento do dia...


...É querer 48 horas de aniversário...


...É querer uma semana de festa...


...É querer ver o soriso no rosto das pessoas que mais nos amam...


...É sorrir para demosntrar o quanto estamos feliz com a simples presença dessas pessoas...


...É sonhar com uma festa, um dia, um almoço, um jantar, enfim com tudo perfeito...



...É saber que amanhã você continua você, mas com novos sonhos, novos desafios a enfrentar...



...É renascer com a esperança de um futuro melhor...


...É ser realmente feliz por apenas viver!







By: Raq


a aniversariante (:

quinta-feira, 17 de março de 2011

SONHAR É PRECISO

SEM SONHOS, AS PEDRAS NO CAMINHO SE TORNAM MONTANHAS, OS PEQUENOS PROBLEMAS FICAM INSUPERÁVEIS, AS PEDRAS SÃO INSUPORTAVEIS, AS DECEPÇÕES SE TRANSFORMAM EM GOLPES FATAIS E OS DESAFIOS SE TRANSFORMAM EM FONTE DE MEDO. VOTEIRE DISSE QUE OS SONHOS E A ESPERANÇA NOS FORAM DADOS COMO COMPENSAÇÃO ÀS DIFICULDADES DA VIDA. MAS PRECISAMOS COMPREENDER QUE SONHOS NÃO SÃO DESEJOS SUPERFICIAIS. SONHOS SÃO BÚSSOLAS DO CORAÇÃO, SÃO PROJETOS DE VIDA. DESEJOS NÃO SUPORTAM O CALOR DAS DIFICULDADES. SONHOS RESISTEM AS MAIS ALTAS TEMPERATURAS DOS PROBLEMAS. RENOVAM A ESPERANÇA QUANDO O MUNDO DESABA SOBRE NÓS. JHON F. KENNEDY DISSE QUE PRECISAMOS DE SERES HUMANOS QUE SONHEM O QUE NUNCA FORAM. TEM FUNDAMENTO SEU PENSAMENTO, POIS OS SONHOS ABREM AS JANELAS DA MENTE, AREJAM A EMOÇÃO E PRODUZEM UM AGRADÁVEL ROMANCE COM A VIDA. QUEM NÃO VIVE UM ROMANCE COM A SUA VIDA SERÁ UM MISERÁVEL NO TERITÓRIO DA EMOÇÃO, AINDA QUE HABITE EM MANSÕES, TENHA CARROS LUXUOSOS, VIAJE DA PRIMEIRA CLASSE NOS AVIÕES E SEJA APLAUDIDO PELO MUNDO. PRECISAMOS PERSEGUIR NOSSOS MAIS BELOS SONHOS. DESISTIR É UMA PALAVRA QUE TEM QUE SER ELIMINADA DO NOSSO DICIONÁRIO DE QUEM SONHA E DESEJA CONQUISTAR, AINDA QUE NEM TODAS AS METAS SEJAM ATINGIDAS. NÃO ESQUEÇA DE QUE SE VOCÊ FALHAR 100% DAS VEZES EM QUE NÃO TENTAR, VAI PERDER 100% DAS VEZES QUE NÃO PROCURAR, VAI ESTACIONAR 100% DAS VEZES EM QUE NÃO OUSAR CAMINHAR. COMO DISSE O FILOSOFO DA MUSICA RAUL SEIXAS: "TENHA FÉ EM DEUS, TENHA FÉ NA VIDA, TENTE OUTRA VEZ..." SE VOCÊ SONHAR, PODERÁ SACUDIR O MUNDO, PELO MENOS O SEU MUNDO. [...] APESAR DOS NOSSOS DEFEITOS PRECISAMOS ENXERGAR QUE SOMOS PÉROLAS ÚNICAS NO TEATRO DA VIDA E ENTENDER QUE NÃO EXISTEM PESSOAS DE SUCESSO OU PESSOAS FRACASSADAS. O QUE EXISTE SÃO PESSOAS QUE LUTAM PELOS SEUS SONHOS OU DESISTEM DELES. POR ISSO, DESEJO SINCERAMENTE QUE VOCÊ NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS!

CONVERSA EM CASA.

O SUOR DA PACIENCIA ENCONTRA A LUZ POR REMATE.

NÃO AH PROVOCAÇÃO DIFICIL, O MEDO É QUE NOS ABATE.

CONSERVA-TE NOBRE E SIMPLES, PARA QUE O TEU BEM NÃO SE TORÇA.

MUITA VEZ, A INGENUIDADE

É GRANDE SINAL DE FORÇA.

VENCESTES? TRABALHA SEMPRE, SEM DETENÇÃO NO PASSADO.

O HEROI QUE VIVE DA FAMA, É UM VIVO MORTO ENFEITADO.

NO QUE TANGE AS CONFIDENCIAS, FALA A DEUS EM TUA PRECE.

QUEM MELHOR GUARDA UM SEGREDO, É AQUELE QUE O DESCONHECE.

CULTIVA A RETA INTENÇÃO, EM TUA PROPRIA DEFESA...

MESMO VITIMA DO ENGANO, SINCERIDADE E GRANDEZA...

ONDE TENS O CORAÇÃO, RETÉNS O PROPRIO TESOURO...

O DINHEIRO QUE ESCRAVISA É PURO ALGEMA DE OURO.

COMPRA, GUARDA E AJUNTA LIVROS, MAS ESTUDA, DIA - A - DIA.

MOSTRAR A BIBLIOTECA, NÃO MOSTRA SABEDORIA.

PERDOA E AJUDA AMPARANDO COMO AS TERRAS GENEROSAS,

QUE DÃO EM TROCO DE ESTRUME, PÃO E BENÇÃOS, VIDAS E ROSAS!